2009
10.28

Para os mais distraídos, e para os que não sabem, eu sou o orgulhoso autor ( ou não ) de três blogs ( ordenados cronologicamente ):

  1. http://www.mundodotio.com
  2. http://diariodevoo.mundodotio.com
  3. http://programming.mundodotio.com

Até aqui tudo bem, mas o motor ( à falta de melhor palavra ) de blogs que uso é o WordPress, que está alojado num ISP, numa conta gerida por mim.

Até aqui continua tudo bem, o problema ( que é só do meu lado ), é que o WordPress é actualizado regularmente, como acho muito bem ( quem me dera a mim que todo o software tivesse tantas actualizações ao longo do ano ).

Mas tenho 3 instalações de WordPress distintas, e isto porque o WordPress original não permite vários blogs.

Antes de ter criado o “Diário de Voo“, ainda andei a ver se me safava com as categorias do WordPress e usava só o “Mundo do Tio“, ou seja pensei em algo do género, na homepage tinha todos os posts ao molho, e depois teria no menu, vários links que iam dar às várias categorias, “Diário de Voo“, “Programming @ Mundo do Tio“, etc etc…

Só que não gostei nada dessa maneira de trabalhar, então decidi criar sub-domínios, e em cada um deles criava uma instância do WordPress.

O problema começou a surgir, quando começaram a sair actualizações para o WordPress, e como já eram dois blogues, ó paciência para estar a fazer update aos dois blogues. Imaginem agora com três. Ora eu como bom programador ( ou assim gosto de me ver ), o que chateia mais é perder tempo em tarefas repetitivas ( é fazer backup dos ficheiros dos três blogues, depois fazer backup da base de dados de cada blog, depois fazer o update, ver se está tudo a trabalhar, e pronto )… não se perde muito tempo é verdade, mas porquê estar a perder tempo com isto, era bem melhor se só tivesse que actualizar um sítio e pronto não era?

Entretanto a semana passada andei à procura de uma solução para isto, uma maneira de ter três blogues numa só instância do WordPress. E apareceu-me o WordPress MU.

Fiquei todo feliz e contente, porque isto faz exactamente o que eu pretendo. Lá saquei a última versão e toca de testar aqui no servidor de casa a ver como é que isto é.. lá fiz dois ou três testes ( coisa pouca ), e vi que até não era mau de todo…deu uns quantos erros ( porque não tenho nenhum domínio registado a apontar cá para casa )…

Mas antes de me atirar de cabeça, e começar a fazer backups de tudo e deitar abaixo os três blogues, pondo uma bela de uma mira técnica, decidi investigar mais um pouco..

E resultados perguntam vocês, primeiro ninguém sabe qual é o futuro do WordPress MU, uns dizem que vai se fundir com o WordPress normal ( ou seja o WordPress normal vai herdar funcionalidade do WordPress MU ), outros dizem que vai ser descontinuado, e parece que bastantes “plugins“, não trabalham correctamente com o WordPress MU devido às tabelas que são criadas… é uma salganhada onde ninguém se entende… mas que as funcionalidades das novas versões do WordPress vão sendo incorporadas no WordPress MU, lá isso são..

Explicando o modo de funcionamento do WordPress MU muito sucintamente, o que ele faz para gerir vários blogs é basicamente criar tabelas diferentes para cada blog. Ou seja em vez de termos uma única tabela na base de dados com o nome “wp_posts”, temos várias tabelas do tipo: “wp_posts_1”, “wp_posts_2”, etc etc.. Ora se um dos “plugins” usa a tabela “wp_posts“, temos pena, vai deixar de trabalhar imediatamente, porque não a encontra. Imaginem um “plugin“, que vê quais são os posts mais populares contando o número de comentários de cada um, também deixa de trabalhar porque não encontra a tabela dos comentários..e por aí adiante…

Outra das limitações que descobri, embora não tenha a certeza que ela exista ou não, é que acho que não dá para ter um blog no domínio principal, ou seja no meu caso, quando alguém digitasse o caminho para o Mundo do Tio, o WordPress MU, teria que mostrar logo este blog tal e qual como ele é… o que acho que não é possível, mas falta-me testar para ter a certeza..

Ou seja, por enquanto desisti de instalar o WordPress MU em produção, por enquanto vai-se manter em stand-by, mas mais tarde ou mais cedo hei-de pegar nele, a ver se o consigo tornar em algo fazível, que isto de andar a fazer actualizações ao WordPress é chato como tudo.

Um bem haja a todos e bom código…

1 comment so far

Add Your Comment
  1. […] a versão do wordpress para a última versão, e ver se ponho isto a trabalhar logo com o MU ( que já está incluído no wordpress […]